Perceção dos enfermeiros de cuidados paliativos sobre a intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação

Autores

  • Rosa Martins Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viseu, Portugal
  • Rosa Cardoso Centro Hospitalar Tondela Viseu – EPE, Portugal
  • Nélia Carvalho Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viseu, Portugal
  • Susana Batista Centro Hospitalar Tondela Viseu – EPE, Portugal
  • Alexandra Dinis Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viseu, Portugal
  • Ana Andrade Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viseu, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.1-13

Palavras-chave:

Perceção dos Enfermeiros; Intervenções de Reabilitação; Doente; Cuidados Paliativos.

Resumo

Introdução: Os Cuidados Paliativos, são cuidados exigentes e humanizados que visam maximizar, a qualidade de vida e dignidade da Pessoa. Com o mesmo propósito, intervêm os enfermeiros de reabilitação num cuidar especializado. Objetivo: Assim pretendeu-se conhecer a perceção dos enfermeiros sobre as intervenções e contributos dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação em Doentes em Cuidados Paliativos. Métodos: Estudo qualitativo, com recurso à análise de conteúdo. A amostra foi constituída por 13 Enfermeiros, (12 do sexo feminino e 1 do masculino). Eram todos licenciados em enfermagem e exerciam a sua atividade profissional em Unidades de Cuidados Paliativos. Para a recolha de dados recorreu-se a uma entrevista semiestruturada. Resultados: Os participantes apresentam perceções bastante positivas sobre o cuidado especializado dos enfermeiros de reabilitação, considerando-os agentes facilitadores na satisfação das necessidades do doente. As intervenções mais destacadas na persecução do bem -estar do Doente foram a mobilização, cinesiterapia respiratória, treino da deglutição e disfagia, massagem e preservação da autonomia e independência. Conclusão: A perceção dos Enfermeiros sobre a intervenção do Enfermeiro Especialista em Reabilitação nas pessoas internadas em unidades de CP é positiva salientando a manutenção das capacidades funcionais dos doentes, prevenção de complicações e redução de incapacidades, contudo a visibilidade pelos pares é ainda insipida.

Downloads

Publicado

2020-07-07

Como Citar

Martins, R. ., Cardoso, R. ., Carvalho, N. ., Batista, S., Dinis, A. ., & Andrade, A. (2020). Perceção dos enfermeiros de cuidados paliativos sobre a intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação. New Trends in Qualitative Research, 3, 1–13. https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.1-13