“Aquela pequena vírgula é meu filho!” A experiência da gravidez na Adolescência

Autores

  • Dina Peixoto De Carvalho Departamento de Letras, Artes e Comunicação da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.9.2021.190-197

Palavras-chave:

Adolescência, Gravidez, Maternidade

Resumo

O estudo aqui apresentado percorreu um caminho diferente daqueles que têm sido seguidos para o estudo da gravidez na adolescência. Procurámos, sobretudo, dar voz às protagonistas da gravidez adolescente, as jovens que engravidam precocemente. Foram propostas, assim, trajetórias de pesquisa que passaram pela adequação de metodologias consagradas de investigação sociológica a um contexto e a um tipo particular de sujeito. Procurámos estudar as experiências das mães/pais adolescentes, a partir das suas histórias, do seu vocabulário, das categorias e termos com que descrevem a realidade das suas vidas. Procuramos explorar temas que exigem a atenção à voz dos atores e a escuta desta. O estudo reflete e incide sobre as experiências da gravidez na adolescência. O facto de a gravidez precoce constituir um desafio ao desenvolvimento das jovens que pode abrir percursos de vida não imaginados para estas, e o facto de a gravidez na adolescência ser um fenómeno com grande expressão em Portugal estão na origem da definição do objeto desta investigação. Interessou-nos analisar as vivências das jovens/futuras mães e dos pais dos bebés.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Dina Peixoto De Carvalho. (2021). “Aquela pequena vírgula é meu filho!” A experiência da gravidez na Adolescência. New Trends in Qualitative Research, 9, 190–197. https://doi.org/10.36367/ntqr.9.2021.190-197