Intervenções educativas para ajudantes de ação direta de estruturas residenciais para pessoas idosas durante a pandemia: Uma revisão integrativa

Autores

  • Diana Sousa eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal
  • Joana Pinto eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal
  • José Faria eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal
  • Isabel Pereira eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal
  • Adriana Henriques eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal
  • Helga Rafael Henriques eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR). Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.88-96

Palavras-chave:

Estruturas Residenciais para pessoas idosas, Ajudantes de ação direta, Educação, COVID-19, Pessoa Idosa

Resumo

Introdução. A atual pandemia de COVID-19, provocada pela circulação do vírus SARS-CoV-2, coloca a população em geral, e os idosos em Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) em particular, numa situação de grande vulnerabilidade, com um risco elevado de morbilidade e mortalidade. Nestes contextos, as intervenções educativas junto dos profissionais demonstraram estar associadas a mudanças de práticas. Contudo, são ainda escassos os dados sobre as intervenções educativas realizadas em situação pandémica nestes contextos, bem como o seu conteúdo e/ou metodologias utilizadas. Objetivo. Foi nosso objetivo descrever as intervenções educativas para Auxiliares de Ação Direta de ERPI durante a pandemia de COVID-19. Métodos. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura. Resultados. Dos 349 artigos identificados, 4 integraram a amostra final. Os resultados mostram que os programas educativos dirigidos aos profissionais das ERPI, onde se incluem as Ajudantes de Ação Direta, apresentam uma grande variabilidade em termos de intervenção, público-alvo, conteúdos, duração, forma como é disponibilizado e área disciplinar dos formadores. Parece existir uma associação entre a educação disponibilizada e a redução da transmissão do vírus. Conclusões. Esta revisão integrativa vem apontar para a importância das intervenções educativas, ministradas por profissionais de saúde, junto das AAD, como forma de prevenir a transmissão do SARS-CoV-2 em ERPI e reduzir as taxas de morbilidade e mortalidade. O ensino à distância revela-se uma oportunidade de educação para as pessoas em locais remotos, com dificuldades no acesso presencial. A formação presencial mostrou-se também como essencial na demonstração e treino de práticas de cuidados seguros. Recomenda-se a realização de investigação no futuro para obter uma maior consistência nas conclusões.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Diana Sousa, Joana Pinto, José Faria, Isabel Pereira, Adriana Henriques, & Helga Rafael Henriques. (2021). Intervenções educativas para ajudantes de ação direta de estruturas residenciais para pessoas idosas durante a pandemia: Uma revisão integrativa. New Trends in Qualitative Research, 8, 88–96. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.88-96