Bem-estar em pessoas idosas institucionalizadas durante a pandemia: Uma revisão integrativa

Autores

  • Helga Rafael Henriques eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal
  • Tiago Nascimento eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal
  • Andreia Costa eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal
  • Cândida Durão eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal
  • Mara Pereira Guerreiro eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa; Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal
  • Cristina Baixinho eduCOVID Project | Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, Centro de Investigação, Inovação e Desenvolvimento em Enfermagem de Lisboa (CIDNUR), Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.284-294

Palavras-chave:

Lares, Envelhecimento, Bem-Estar, COVID-19, Controle de Infeção

Resumo

Introdução. As pessoas idosas residentes em Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) são um dos grupos de maior vulnerabilidade na pandemia por COVID-19. As medidas de distanciamento social inerentes à prevenção da COVID-19 poderão influenciar o bem-estar das pessoas institucionalizadas. Objetivos. Identificar estudos que permitam compreender o bem-estar das pessoas idosas residentes em ERPI face ao cumprimento das medidas de prevenção e controlo de infeção para a COVID-19; Métodos. Revisão integrativa da literatura de acordo com a estratégia PCC (população, conceito e contexto) em que P corresponde às Pessoas idosas sujeitas a medidas de prevenção e controlo de infeção para a COVID-19, C ao Bem-estar e C às ERPI. Foram consultadas as bases de dados MEDLINE, CINAHL, Pubmed, SCOPUS e Web of Science. A colheita de dados decorreu em março de 2021. A pesquisa e seleção dos artigos foram orientadas pela Preferred Reporting Items for Transparent Reporting of Systematic Reviews and Meta-Analyses. A avaliação da qualidade seguiu a Joanna Briggs International. Resultados. Foram identificados seis artigos que avaliaram o bem-estar de pessoas idosas institucionalizadas durante a pandemia. Os resultados sugerem que as medidas de prevenção e controle de infeção implementadas em ERPI poderão ter efeitos no bem-estar percecionado pelas pessoas idosas residentes, pela perda de contacto humano e pela perda de espaço de circulação, com declínio cognitivo, perda de capacidade funcional, mal-estar emocional e solidão. Conclusões. As medidas de prevenção e controlo implementadas nas ERPI no contexto da pandemia por COVID-19 parecem ter influenciado negativamente o bem-estar das pessoas idosas residentes.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Helga Rafael Henriques, Tiago Nascimento, Andreia Costa, Cândida Durão, Mara Pereira Guerreiro, & Cristina Baixinho. (2021). Bem-estar em pessoas idosas institucionalizadas durante a pandemia: Uma revisão integrativa . New Trends in Qualitative Research, 8, 284–294. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.284-294