Competências requeridas para Gestores que atuam na Atenção à Saúde Pública/Coletiva: Scoping Review

Autores

  • Aida Maris Peres Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Daniele Potrich Lima Zago Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Marli Aparecida Rocha de Souza Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Rucieli Toniolo, Elizabeth Bernardino Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Elizabeth Bernardino Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Danelia Gomez-Torres Facultad de Enfermería de la Universidad Autónoma del Estado de México, México

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.362-373

Palavras-chave:

Gerenciamento, Gestão em Saúde Pública, Competência Profissional

Resumo

A administração do Sistema Único de Saúde (SUS) no Brasil reside na capacidade de gestão, a qual exige um acervo de competências essenciais para gerir serviços nos variados níveis de atenção à saúde. Habilidades, conhecimentos e atitudes dos gestores exercem influência direta na eficiência e qualidade, especialmente nos serviços de saúde pública. Objetivo: Identificar as evidências científicas das competências essenciais requeridas para gestores que atuam na saúde pública/coletiva. Método: Scoping Review, consoante método de revisão Joanna Briggs Institute e apoio da ferramenta PRISMA-ScR. O levantamento bibliográfico foi realizado entre março e maio de 2019, em bases de dados nacionais e internacionais, com publicações até abril de 2019. Resultados: identificaram-se 756 estudos e, ao final das fases propostas, restaram oito publicações. A competência mais citada foi a liderança. Conclusão: As publicações foram unânimes em mencionar lacunas nas competências essenciais, sugerindo ações e apoio do poder público; atividades formais de aprendizagem; aperfeiçoamento e educação permanente para fortalecimento e desenvolvimento das competências gerenciais.

Referências

Almeida, M. L. 2016. Competências essenciais de gestores para a saúde pública/coletiva. [Tese (Doutorado em Enfermagem, Universidade Federal do Paraná].

Almeida M. L., Peres, A.M., Ferreira, M.M.F., & Mantovani, M.de. F. (2017). Translation and adaptation of the Competencias Esenciales en Salud Pública para los recursos humanos en salud. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 25 (e2896). https://doi.org/10.1590/1518-8345.1684.2896

Aromataris, E., Munn, Z. (Editors). JBI Manual for Evidence Synthesis. (2020) JBI, https://doi.org/10.46658/JBIMES-20-01

Barbosa, F. M., Gambi, L. N.; Gerolamo, M. C. (2017). Liderança e gestão da qualidade – um estudo correlacional entre estilos de liderança e princípios da gestão da qualidade. Gestão & Produção, 24(3), 438-449. Epub September 28, 2017.https://dx.doi.org/10.1590/0104-530x2278-16

Bonenberger, M., Aikins, M., Akweongo, P., & Wyss, K. (2015) Factors influencing the work efficiency of district health managers in low-resource settings: a qualitative study in Ghana. BMC Health Serv Res 16 (12). https://doi.org/10.1186/s12913-016-1271-3

Brandão, H.P. (2019). Mapeamento de competências: ferramentas, exercícios e aplicações em gestão de pessoas. (2ª ed.) Atlas.

Carvalho, A. L. B., Ouverney, A.L.M., Carvalho, M.G.O.de., & Machado, N.M.da.S. (2020). Nurse managers in the Unified Health System: profile and prospects with emphasis on the 2017-2020 Management Cycle, Ciência & Saúde Coletiva, 25(1), 211-222. https://doi.org/10.1590/1413-81232020251.29312019

Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. (2019) Manual do(a) gestor(a) municipal do SUS: diálogos no cotidiano. (2ª ed) CONASEMS/COSEMS-RJ, LAPPIS/IMS/UERJ, organizadores, Rio de Janeiro: CEPESQ. https://www.conasems.org.br/wpcontent/uploads/2019/07/manual_do_gestor_F02_tela.pdf

Costa, L.A, Rocha, D.F. (2018). Bureaucracy and public management: Ministry of Health analysis. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, 26(3), 632-645. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAO1639

Fernandes, J.C. (2017) Educação permanente em saúde: estratégia para o fortalecimento de competências gerenciais dos enfermeiros de unidades básicas de saúde. [Dissertação de Mestrado Profissional Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa].

Freitas, P.F.P., Odelius, C.C. (2018). Managerial Competencies: An Analysis Of Classifications In Empirical Studies. Cadernos EBAPE.BR, 16(1), 35-49. https://doi.org/10.1590/1679-395159497

Gemelli, I. M. P., & Filippim, E. S. (2010). Gestão de pessoas na administração pública: o desafio dos municípios. RACE: Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 9(1-2), 153-180. https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/race/article/view/375/pdf_101

Henrique, F. (2017) Competência de gestores de Unidades Básicas de Saúde. [Tese de Doutorado), Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca].

Isfahani, H.M., Aryankhesal, A., Haghani, H. (2014). The relationship between the managerial skills and results of "performance evaluation "tool among nursing managers in teaching hospitals of Iran University of Medical Science. Glob J Health Sci, 7(2):38-43. doi: 10.5539/gjhs.v7n2p38

Liang, Z., Blackstock, F.C., Howard, P.F., Briggs, D., Leggat, S.G., Wollersheim, D., Edvardssom, D., & Rahman, A. (2018). An evidence-based approach to understanding the competency development needs of the health service management workforce in Australia. BMC Health Serv Res, 18(1), 976. https://doi.org/10.1186/s12913-018-3760-z

Lowen, I. M. V., Peres, A.M., Crozeta, K., Bernardino, E., & Beck, C.L.C. (2015). Managerial nursing competencies in the expansion of the Family Health Strategy. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 49(6), 964-970. https://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000600013

Lowen, I. M. V., Peres, A.M., Ros, da. C., Poli, C., & Faoro, N.T. (2017). Inovação na prática assistencial do enfermeiro: ampliação do acesso na atenção primária. Revista Brasileira de Enfermagem, 70(5), 898-903. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0131

Marques, B.N., Lima, A.M.F., Souza, A.L.R.de., Araújo, M.L.V. (2020) Innovation Management in the Public Sector: relections on the ways, barriers and perspectives of innovation within the federal public administration. Cadernos de Prospecção, 13(4),1069-1087. http://dx.doi.org/10.9771/cp.v13i4.35146

Moreira, M.A.B., Picchiai, D. (2020). Managerial competencies in the perception of managers in the context of the STD / AIDS State Program São Paulo. Revista do Instituto de Políticas Públicas de Marília, 6(1),69-86. doi: https://doi.org/10.36311/2447-780X.2020.v6.n1.06.p69

Organização Pan-Americana da Saúde. (2011). Inovando o papel da Atenção Primária nas redes de Atenção à Saúde: resultados do laboratório de inovação em quatro capitais brasileiras. Ministério da Saúde; Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde; Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde. http://www.telessaude.mt.gov.br/Arquivo/Download/2052

Organización Panamericana de La Salud. (2013). Competencias esenciales em salud pública: um marco regional para las Américas. Washington DC: OPS. https://www.campusvirtualsp.org/sites/default/files/noticias/competencias-es.pdf

Parreira, P. (2015). Papéis de liderança de Quinn: Um Estudo realizado em Serviços de Saúde Portugueses com recurso à análise fatorial confirmatória. Revista Iberoamericana de saúde e envelhecimento, 1(2), 192-217. https://doi.org/10.24902/r.riase.2015.1(2).192

Picchiai, D. (2008). Competências Gerenciais: Caso de um hospital público. Caderno Gestão Pública e Cidadania,13 (52),19-41. https://doi.org/10.12660/cgpc.v13n52.44166.

Quinn, RE. et. al. (2003). Competências gerenciais: princípios e aplicações. (3ª ed.) Elsevier.

Quinn, RE. et. al. (2015). Competências gerenciais: princípios e aplicações. (6ª ed.) Elsevier.

Resende Junior, P. C., Guimarães, T. de A., & Bilhim, J. A. de F. (2013). Escala de orientação para inovação em organizações públicas: estudo exploratório e confirmatório no Brasil e em Portugal. INMR - Innovation & Management Review, 10(1), 257-277. https://doi.10.5773/rai.v10i1.1111.

Santos, A.N., Laimer, C.G., Laimer, V.R. (2016). Managerial. Skills And Public Managers Performance. Revista da Universidade Vale do Rio Verde, 14 (1),132-144. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5344038.

Tistad, M., Palmcrantz, S., Wallin, L., Ehrenberg, A., Olsson, C. B, Tomson, G., Holmqvist, L. W., Gifford, W., & Eldh, A.C. (2016). Developing Leadership in Managers to Facilitate the Implementation of National Guideline Recommendations: A Process Evaluation of Feasibility and Usefulness. Int J Health Policy Manag, 5(8):477-486. doi: 10.15171/ijhpm.2016.35. PMID: 27694661.

Tricco, A. C., Lillie, E., Zarin, W., O'Brien, K. K., Colquhoun, H., Levac., Moher, D., Peters, M. D. J., Horsley, T., Weeks, L., Hempel, S., Akl, E. A., Chang, C., McGowan, J., Stewart, L., Hartling, L., Aldcroft, A., Wilson, & M.G., Garritty, C. (2018). PRISMA Extension for Scoping Reviews (PRISMAScR): Checklist and Explanation. Ann Intern Med, 169(7):467-473. https://doi.org/10.7326/M18-0850

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Aida Maris Peres, Daniele Potrich Lima Zago, Marli Aparecida Rocha de Souza, Rucieli Toniolo, Elizabeth Bernardino, Elizabeth Bernardino, & Danelia Gomez-Torres. (2021). Competências requeridas para Gestores que atuam na Atenção à Saúde Pública/Coletiva: Scoping Review. New Trends in Qualitative Research, 8, 362–373. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.362-373