Síntese, transferência e implementação de evidência qualitativa para a melhoria das práticas e da decisão clínica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e568

Resumo

A disseminação mundial da produção científica na área da saúde tem sido um contributo para a prática baseada na evidencia. No entanto, levanta questões centrais à síntese da evidência existente e à utilização do método científico para o fazer, bem como, aos processos utilizados para transferir e implementar o conhecimento nos contextos de prática clínica, que facilitem a tomada de decisão. Temos como objetivo refletir sobre a síntese, transferência e implementação de evidência qualitativa para a melhoria das práticas, da decisão clínica e das políticas de saúde. Considerando a grande evolução da quantidade de estudos de qualitativos, abordaremos a elaboração dos metasumários e das metassínteses, como abordagens metodológica, para integrar, comparar e sintetizar os resultados de estudos individuais dentro de um corpo maior de evidências, com base em metodologias rigorosas, reprodutíveis e transparentes, para determinar o que é conhecido numa determinada área ou se existem lacunas de evidência que necessitam ser investigadas. Ao longo do capítulo, dividido em seis partes, será abordada a questão conceptual introdutória, seguida da síntese da evidencia qualitativa e da transferência e implementação da síntese qualitativa, apresentamos exemplos de casos práticos, permitindo em seguida partir para a aplicação da proposta na realidade ilustrado com casos práticos. Nas Considerações finais, salientamos que o aumento da evidência Qualitativa é desafio para o desenvolvimento de revisões sistemáticas de estudos qualitativos, para aumentar a consistência, a confiabilidade, o rigor e a segurança no uso dos achados que emergem destes estudos para uma prática baseada na evidência, que só é possível com o envolvimento de todos os atores (investigadores, académicos, profissionais e cidadãos).

Referências

Abreu, D. M. F., Santos, E. M., Cardoso, G. C. P., & Artmann, E. (2017). Usos e influências de uma avaliação: translação de conhecimento?. Saúde em Debate, 41(spe), 302-316. https://dx.doi.org/10.1590/0103-11042017s22

Apóstolo, J. (2017). Síntese da evidência no contexto da translação da ciência. Coimbra, Portugal: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC).

Baixinho, C.L., & Costa, A.P. (2020). Researchers’ Scientific Credibility and Knowledge Transfer. Esc Anna Nery; 24(3):e20200008. http://dx.doi.org/ 10.1590/2177-9465-EAN-2020-0008

Baixinho, C.L., & Ferreira, Ó.R. (2021). Da síntese à implementação da evidência qualitativa. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, 11. http://doi.org/10.19175/recom.v10i0.4615

Baixinho C.L., Ferreira Ó., Marques F.M., Presado M.H., & Cardoso M. (2017). Transição segura: um projeto da translação do conhecimento para a prática clínica. In: Costa AP, Sánches-Gómez MC, Cilleros MV M. A prática na Investigação Qualitativa: exemplos de estudos. Oliveira de Azeméis: Ludomédia, pp.57-80

Baixinho C.L., Ferreira Ó., Marques F.M., Presado M.H., Cardoso M., & Sousa A.D. (2018). Investigação Qualitativa e transferência do conhecimento para a clínica. In: Brandão C, Carvalho JL, Ribeiro J, Costa AP. A prática na Investigação Qualitativa: exemplos de estudos (vol. 2). Oliveira de Azeméis: Ludomédia, pp.179-208

Baixinho, C.L., Ferreira, Ó., Marques, F.M., Presado, M.H., Cardoso, M., & Sousa, A.D. (2019). Transferir conhecimento para a clínica – passo-a-passo: resultados do projeto transição segura. . In C. Brandão, J. L. Carvalho, R. Arellano, C.L. Baixinho, & J. Ribeiro (Eds.). A prática na Investigação Qualitativa: exemplos de estudos (vol. 3) (pp.87-104). Oliveira de Azeméis: Ludomedia.

Barreto, J.O.M., & Lewin, S. (2019). Uso da evidência qualitativa para informar decisões no Brasil e na região da América Latina. Boletim do Instituto de Saúde, 20(2), 23-36. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1021858

Batista, J., Pinheiro, C.M., Madeira, C., Gomes, P., Ferreira, Ó.R., & Baixinho, C.L. (2021). Transitional Care Management from Emergency Services to Communities: An Action Research Study. Int. J. Environ. Res. Public Health;18, 12052. https://doi.org/10.3390/ijerph182212052

Baumbusch, J.L., Kirkham, S.R., Khan, K.B., McDonald, H., Semeniuk, P., Tan, E., & Anderson, J.M. (2008). Pursuing Common Agendas: A Collaborative Model for Knowledge Translation between Research and Practice in Clinical Settings. Research in Nursing & Health, 31, 130–40. http://doi.org/10.1002/nur.20242

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos (2020). Estratégicos em Saúde. Departamento de Ciência e Tecnologia. Diretriz metodológica : síntese de evidências para políticas [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Departamento de Ciência e Tecnologia. – Brasília : Ministério da Saúde, 2020. 70 p.: il.

Bento, M., & Lucas, P.B. (2021). Ambiente de prática de enfermagem em cuidados de saúde primários-prática baseada na evidência. Journal of Aging & Innovation, 10(1), 15-33. http://doi.org/10.36957/jai.2182-696X.v10i1-2

Brandão, C., Ribeiro, J., & Costa, A.P. (2018). Investigação qualitativa: em que ponto estamos? Ciência & Saúde Coletiva, 23(1), 4-4. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018231.27992017

Canadian Institutes of Health Research. (2014). More about knowledge translation at CIHR: knowledge translation definition [Internet]. 2014 [cited 20 Fev 2018]. Available from: http://www.cihr-irsc.gc.ca/e/39033.html

Farias, M.S., Parente, F.L., & Anjos, F.C. (2018). Gerenciamento de enfermagem em unidades cardiológicas: prática baseada em evidências para a tomada de decisões. Essentia, 19(2). https://essentia.uvanet.br/index.php/ESSENTIA/article/view/157

Ferreira, E.M., Lourenco, O.M., Costa, P.V., Pinto, S.C., Gomes, C., Oliveira, A.P., et.al. (2019). Active life: a project for a safe hospital-community transition after arthroplasty. Revista Brasileira de Enfermagem, 72(1), 147-53. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0615

Ferreira, B.S, Gomes, T.J.B., Baixinho, C.R.S.L., & Ferreira, O.M.R. (2020). Transitional care to caregivers of dependent older people: an integrative literature review. Revista Brasileira de Enfermagem, 73(Suppl 3), e20200394. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0394

Finfgeld, D.L. (2003). Metasynthesis: The state of the art—so far. Qualitative health research, 13(7), 893–904. https://doi.org/10.1177/1049732303253462

Garside, R. (2014). Should we appraise the quality of qualitative research reports for systematic reviews, and if so, how? Innovation: The European Journal of Social Science Research, 27(1), 67–79. https://doi.org/10.1080/13511610.2013.777270

Gomes, T.J.B., Ferreira, B.A.S., Baixinho, C.L., & Ferreira, Ó.M.R. (2021). Algoritmo para o cuidado transicional aos cuidadores de idosos dependentes: estudo de validação. Revista Brasileira de Enfermagem, 74 (Suppl 2): e20200625. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0625

Guimarães, A.R.C., Teles, M.I.P., Fernandes, S.A.R., Ferreira, Ó., & Baixinho, C.L. (2019). Transição segura hospital - comunidade: algoritmo para a prevenção de quedas na pessoa idosa. Evidentia, 16. Disponível em: http://ciberindex.com/c/ev/e11649pt

Latimer, J. (2005). Investigação Qualitativa avançada para Enfermagem. Lisboa: Instituto Piaget.

Marques, F.M., David, C., Santos, A.F., Neves, S., Pinheiro, M.J., & Leal, M.T. (2021). Percepções dos estudantes finalistas em enfermagem sobre a tomada de decisão clínica. Revista Brasileira de Enfermagem, 74(1), e20200921. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0921

Mohammed, M.A., Moles, R.J., & Chen, T.F. (2016). Meta-synthesis of qualitative research: the challenges and opportunities. International journal of clinical pharmacy, 38(3), 695–704.

Nilsen, P. (2015). Making sense of implementation theories, models and frameworks. Implementation Science, 10, 53. https://doi.org/10.1186/s13012-015-0242-0

Oelke N.D., Lima, M.A.D.S., & Acosta, A.M. (2015). Translação do conhecimento: traduzindo pesquisa para uso na prática e na formulação de políticas. Revista Gaúcha de Enfermagem. 36(3), 113-7. http://dx.doi.org/10.1590/1983- 1447.2015.03.55036

Paniagua, D.V., Ribeiro, M.P.H., Correia, A.M., Cunha, C.R.F., Baixinho, C.L., & Ferreira, O. (2018). Project K: Training for hospital-community safe transition. Rev Bras Enferm. 71(Suppl 5), 2264-71. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0190

Pedrosa, A.R., Ferreira, O.R., & Baixinho, C.L. (2022). Transitional rehabilitation care and patient care continuity as an advanced nursing practice. Rev Bras Enferm. 75(5), e20210399. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2021-0399

Pinto, M.A.F. (2018). O profissional de informação em saúde no apoio à decisão clínica e à investigação. Tese de Mestrado. Disponível no RCAAP: http://hdl.handle.net/10451/31844

Presado, M.H., Baixinho, C.L., & Oliveira, E.S.F. (2021). Qualitative research in pandemic times. Revista Brasileira de Enfermagem. 74(1):e74Suppl101. https://doi.org/10.1590/0034-7167.202174Suppl101

Ribeiro, J., Souza, D.N., & Costa, A.P. (2016). Investigação qualitativa na área da saúde: por quê?. Ciênc. saúde coletiva.21(8), 2324-24. https://doi.org/10.1590/1413-81232015218.15612016

Santos, K.L.A., Miranda, R.S., Alves, C.L., Silva, N.I., Xavier, T.S., & Magalhães, A.K.G. (2022). Entraves na implementação da prática baseada em evidências (PBE) em enfermagem: revisão integrativa. Diversitas Journal, 7(1), 0238–0246. https://doi.org/10.48017/dj.v7i1.1491

Prihodova, L., Guerin, S., Tunney, C., & Kernohan, W.G. (2019). Key components of knowledge transfer and exchange in health services research: Findings from a systematic scoping review. Journal of Advanced Nursing, 75(2), 313–326. https://doi.org/10.1111/jan.13836

Sandelowski, M., & Barroso, J. (2003). Creating metasummaries of qualitative findings. Nursing research, 52(4), 226–233. https://doi.org/10.1097/00006199-200307000-00004

Sandelowski, M., Barroso, J., & Voils, C.I. (2007). Using qualitative metasummary to synthesize qualitative and quantitative descriptive findings. Research in Nursing and Health, 30(1), 99–111. https://doi.org/10.1002/nur.20176

Squarcini, C.F.R., Rocha, S.V., & Santos, H. E. dos. (2020). Metassíntese E Meta-Análise: Limites E Possibilidades De Encontro. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, 24(3), 179–185. https://doi.org/10.25110/arqsaude.v24i3.2020.7654

Thorne, S. (2019). On the evolving world of what constitutes qualitative synthesis. Qualitative health research, 29(1), 3–6. https://doi.org/10.1177/1049732318813903

World Health Organization (2021). Evidence, policy, impact. WHO guide for evidence-informed decision-making. Geneva: World Health Organization.

Downloads

Publicado

2022-07-26

Como Citar

Baixinho, C. ., Ferreira, Óscar, Marques, F., Ellen Synthia de Oliveira, Presado, M. H., Mário Cardoso, Sousa, A. D., & Nascimento, T. (2022). Síntese, transferência e implementação de evidência qualitativa para a melhoria das práticas e da decisão clínica. New Trends in Qualitative Research, 13, e568. https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e568