Novos caminhos do projeto Plataforma de Saberes no contexto da transpandemia da COVID-19: Ações inovadoras de promoção da saúde e produção de conhecimento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e644

Palavras-chave:

Promoção da Saúde, Acolhimento, Participação da Comunidade, Pesquisa Qualitativa, COVID-19

Resumo

Introdução: O projeto “Plataforma de Saberes: envolvimento e participação da comunidade em práticas inovadoras de promoção da saúde e produção de conhecimento” (PPS) é um projeto que busca, entre outras finalidades, contribuir para o empoderamento, autonomia e inclusão social dos participantes através de ações educativas em saúde. Anualmente, o PPS realiza um planejamento prévio de suas atividades, e diante do contexto epidemiológico da COVID-19, foi preciso repensá-las, inclusive nossa forma de continuidade do projeto. Objetivos: Descrever as atividades realizadas remota e presencialmente pelo PPS nos anos 2020/2021. Métodos: Pesquisa qualitativa, descritiva, tipo exploratória, realizada em três momentos (junho/2020, setembro/2020 e outubro/2021), com participantes do PPS (portadores de doenças infecciosas/crônicas, agravos à saúde e seus amigos/familiares). Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas, utilizando a Análise de Conteúdo como referencial metodológico. Resultados: A escuta atenta das demandas por telefone foi uma estratégia de comunicação que se fez potente no período de isolamento, assim como o aplicativo WhatsApp foi um espaço importante para o compartilhamento dos vídeos educativos produzidos pelo PPS e difundidos pelos líderes de grupos comunitários, parceiros do projeto. Os vídeos abordavam os temas Atividade Física e Alimentação Saudável e buscaram minimizar o estresse, depressão e ansiedade. Em relação a atividade presencial, o grupo estudado se mostrou motivado para realizar atividade física e práticas corporais e apresentou melhora física e emocional na realização da atividade, reforçando, a ideia do autocuidado e dos benefícios dessa vivência. Pretendemos dar continuidade a estas práticas saudáveis como um espaço de produção de conhecimentos e de cuidado, visando proporcionar aos participantes do PPS qualidade de vida. Conclusões: Repensar novas possibilidades de promover saúde diante de emergências sanitárias e incrementar a integralidade da atenção à saúde e cuidado do Sistema Único de Saúde brasileiro foi a nossa intenção com a apresentação deste manuscrito.

Referências

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo (L. A. Reto., & A. Pinheiro, Trads.). Edições 70. (Trabalho original publicado em 1977).

Carr, E. C. J., & Worth, A. (2001). The use of the telephone interview for research. NT Research, 6(1), 511-524. http://dx.doi.org/10.1177/136140960100600107

Ferreira, M. J., Irigoyen, M. C., Consolim-Colombo, F., Saraiva, J. F. K., & Angelis, K. (2020). Vida fisicamente ativa como medida de enfrentamento ao COVID-19. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 114(4), 601-602. https://doi.org/10.36660/abc.20200235

Filho, B. A. B. S., & Tritany, E. F. (2020) COVID-19: Importância das novas tecnologias para a prática de atividades físicas como estratégia de saúde pública. Cadernos de Saúde Pública, 36(5), 1-5. https://doi.org/10.1590/0102-311X00054420

Jorge, M. S. B., Silva, D. M. F., Pinto, J. R., & Cartaxo, N. T. S. (2022). Construction of educational videos on psychic suffering and care in the Covid-19 pandemic: Integrative review. Research, Society and Development, 11(1), e16911124687. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i1.24687

Junior, L. C. L. (2022). Alimentação saudável e exercícios físicos em meio à pandemia da COVID-19. Boletim De Conjuntura, Ano II 3(9), 33-41. http://doi.org/10.5281/zenodo.3988664.

Malta, D. C., Szwarcwald, C. L., Barros, M. B. A., Gomes, C. S., Machado, I. E., Souza Júnior, P. R. B., Romero, D. E., Lima, M. G., Damacena, G. N., Pina, M. F., Freitas, M. I. F., Werneck, A. O., Silva, D. R. P., Azevedo, L. O., & Gracie, R. (2020). A pandemia da COVID-19 e as mudanças no estilo de vida dos brasileiros adultos: Um estudo transversal. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(4), e2020407. https://dx.doi.org/10.1590/s1679-49742020000400026

Minayo, M. C. S. (2014). O desafio do conhecimento: Pesquisa qualitativa em saúde (14ª ed.). Hucitec.

Minayo, M. C. S., & Costa, A. P. (2018). Fundamentos teóricos das técnicas de investigação qualitativa. Revista Lusófona de Educação, 40, 139–153. https://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/6439

Ministério da Saúde. (2010). Política Nacional de Promoção da Saúde (3ª ed.). Secretaria de Atenção à Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_promocao_saude_3ed.pdf.

Oliveira, T. M. V. (2001). Amostragem não probabilística: Adequação de situações para uso e limitações de amostras por conveniência, julgamento e cotas. Rev Adm Online, 2(3). https://pesquisa-eaesp.fgv.br/sites/gvpesquisa.fgv.br/files/arquivos/veludo_-_amostragem_nao_probabilistica_adequacao_de_situacoes_para_uso_e_limitacoes_de_amostras_por_conveniencia.pdf

Resolução Nº 466, de 12 de dezembro de 2012. (2012). Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial da União, Brasília, DF.

Souza, C. T. V., Santana, C. S., Ferreira, P., Nunes, J. A., Teixeira, M. L. B., & Gouvea, M. I. F. S. (2020). Cuidar em tempos da COVID-19: lições aprendidas entre a ciência e sociedade. Cadernos De Saúde Pública, 36(6), 1-7. https://doi.org/10.1590/0102-311X00115020.

Yang, Q., Wu, Z., Xie, Y., Xiao, X., Wu, J., Sang, T., Zhang, K., Song, H., Wu, X., & Xu, X. (2021). The impact of health education videos on general public's mental health and behavior during COVID-19. Global health research and policy, (6)37, 1-11. https://doi.org/10.1186/s41256-021-00211-5

Downloads

Publicado

2022-07-08

Como Citar

Claudia Teresa Vieira de Souza, Clarice Silva de Santana, Charles Hudson Sesana, Jane Soares, & José Liporage Teixeira. (2022). Novos caminhos do projeto Plataforma de Saberes no contexto da transpandemia da COVID-19: Ações inovadoras de promoção da saúde e produção de conhecimento. New Trends in Qualitative Research, 13, e644. https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e644