Aprendizagem baseada em problema na graduação de enfermagem: Percepção dos estudantes e egressos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e700

Palavras-chave:

Aprendizagem Baseada em Problemas, Ensino, Método, Graduação em Enfermagem

Resumo

A ABP vem sendo utilizada como método de aprendizagem no mundo todo, porém, no ensino da graduação em enfermagem ainda é pouco utilizada. Considera-se relevante a realização de estudos a partir das experiências de estudantes e egressos de um curso que se utiliza da mesma. Objetivo: Compreender a percepção de estudantes e egressos sobre a utilização da ABP no curso de graduação em enfermagem. Método: Trata-se de um estudo qualitativo pautado na modalidade compreensiva e interpretativa, fundamentada nos pressupostos da Hermenêutica-Dialética. Foi realizado a partir de quatro grupos focais com 17 estudantes e 16 egressos de uma instituição de ensino superior do interior do estado de São Paulo, que se utiliza da ABP na formação dos enfermeiros de forma remota. O convite para participar do estudo foi feito via e-mail, Whatsapp e Facebook, ocasião em que foram explicados os objetivos do estudo, verificando-se o interesse em participar. Resultados: A análise dos dados levou à elaboração de cinco categorias temáticas, sendo elas: sofrimento para se apropriar da lógica da aprendizagem ativa; aquisição de autonomia para busca contínua do conhecimento; estímulo ao raciocínio clínico; melhora das relações interpessoais e comunicação; e, por fim, articulação teórico-prática. Conclusões: Ao utilizar a APB, há uma aproximação com as orientações dadas pelas diretrizes curriculares para a formação do enfermeiro, promovendo a aquisição de autonomia para a busca contínua do conhecimento, a capacidade de comunicação e de relações interpessoais e o desenvolvimento do raciocínio clínico e do pensamento crítico, levando a uma prática contextualizada e ampliada. Ressalta-se, ainda, a potencialidade do estudo para a pesquisa qualitativa por utilizar-se de grupos focais online, superando, assim, os desafios da pesquisa qualitativa em ambientes virtuais.  

Referências

Carvalho, ECD, Oliveira-Kumakura, ARDS, & Morais, SCRV (2017). Raciocínio clínico em enfermagem: estratégias de ensino e instrumentos de avaliação. Revista Brasileira de Enfermagem, 70 , 662-668.

Cavalcante, AN, Lira, GV, Cavalcante Neto, PG, & Lira, RCM (2018). Análise da Produção Bibliográfica sobre Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL) em Quatro Periódicos Selecionados. Revista Brasileira de Educação Médica , 42 , 15-26.

de Lima Trindade, L., Yilmaz, A. T., Demirsoy, N., Vilela, A. C. L., Ribeiro, O. M. P. L., & Pereira, C. M. G. (2020). QUALIDADE DOS CUIDADOS DE ENFERMAGEM: DIFERENÇAS EM HOSPITAIS DE PORTUGAL E TURQUIA. Cogitare Enfermagem, 25.

dos Santos, E. O., Nunes, C. K., de Aquino Demarco, D., & Amestoy, S. C. (2017). Aprendizagem baseada em problemas no ensino da enfermagem. Revista Contexto & Saúde, 17(32), 55-66.

Franco, A. R. D. S. (2015). A importância da conceção CTS e das metodologias construtivistas (resolução de problemas, trabalho prático e trabalho cooperativo) no ensino das Ciências (Doctoral dissertation).

Gomes, R. M., Brito, E., & Varela, A. (2016). Intervenção na formação no ensino superior: a aprendizagem baseada em problemas (PBL). Interacções, 12(42).

Irvine, S., Brooks, I., Lau, R., & McKenna, L. (2020). Apoio instrucional de aprendizagem autorregulada para estudantes matriculados em um programa de enfermagem acelerado. Collegian , 27 (4), 402-409.

Irvine, S., Williams, B., Smallridge, A., Solomonides, I., Gong, YH, & Andrew, S. (2021). O aprendiz autorregulado, características de ingresso e desempenho acadêmico de estudantes de graduação em enfermagem em transição para a universidade. Nurse Education Today , 105 , 105041.

Kamp, RJ, Dolmans, DH, van Berkel, HJ, & Schmidt, HG (2012). A relação entre as atividades em pequenos grupos dos alunos, o tempo gasto em autoestudo e o desempenho. Ensino Superior , 64 (3), 385-397.

Khatiban, M., Falahan, SN, Amini, R., Farahanchi, A., & Soltanian, A. (2019). Aprendizagem baseada em palestras versus aprendizagem baseada em problemas na educação ética entre estudantes de enfermagem. Ética de enfermagem , 26 (6), 1753-1764.

Leupin, R. M. E. (2016). ¿ Pedagogía activa o métodos activos?: El caso del aprendizaje activo en la universidad. RIDU, 10(1), 6.

Lima, V. V., Ribeiro, E. C. D. O., Padilha, R. D. Q., & Mourthé Júnior, C. A. (2018). Desafios na educação de profissionais de Saúde: uma abordagem interdisciplinar e interprofissional. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 22, 1549-1562.

Lisbeth Laora Silitonga, Rahmaini Fitri Harahap. Comparison of Effectiveness between PBL and LBL in Improving Student Learning Outcomes. International Journal of Nursing Education, outubro-dezembro de 2020, Vol. 12, nº 4.

Lopes, RM, Silva Filho, MV, Marsden, M., & Alves, NG (2011). Aprendizagem baseada em problemas: uma experiência no ensino de química toxicológica. Química Nova , 34 , 1275-1280.

Macedo, KDDS, Acosta, BS, Silva, EBD, Souza, NSD, Beck, CLC, & Silva, KKDD (2018). Metodologias ativas de aprendizagem: caminhos possíveis para inovação no ensino em saúde. Escola Anna Nery , 22 .

Maciel, C. M. L. A., de Souza Rondon, G. A., & Fernandes, C. T. (2018). A Implantação da Aprendizagem Baseada em Problemas–PBL, no Curso de Graduação em Medicina da Universidade do Estado do Mato Grosso Sob a Perspectiva dos Estudantes. Revista de Ensino, Educação e Ciências Humanas, 19(2), 195-201.

Marques, LMNSD (2018). As metodologias ativas como estratégias para desenvolver uma educação em valores e saúde em enfermagem. Escola Anna Nery , 22 .

Menezes-Rodrigues, F. S., Errante, P. R., Lima, R. Y., do CARMO, A. D. O., Silva, E. F., Gehrke, F., ... & Taha, M. O. (2019). Vantagens da utilização do método de aprendizagem baseada em problemas (mapb) em cursos de graduação na área da saúde. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, 14(2), 340-353.

Millanzi, WC, Herman, PZ, & Hussein, MR (2021). O impacto da facilitação em uma pedagogia baseada em problemas na prontidão para aprendizagem autodirigida entre estudantes de enfermagem: um estudo quase experimental na Tanzânia. BMC enfermagem , 20 (1), 1-11.

Minayo, M. C. D. S. (2014). O desafio do conhecimento. In O desafio do conhecimento (pp. 269-269).

Minayo, Maria Cecília de Souza. Amostragem e Saturação em pesquisa qualitativa: Consensos e controvérsias. Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo (SP), v. 5, n. 7, p. 01-12, abril. 2017.

Pinto, M. L., & de Macedo, J. R. N. (2017). PBL (PROBLEM BASED LEARNING) UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA, SÓ PARA ÁREA DA SAÚDE?. Revista Científica UNAR, 14(1), 111.

Santos, MZD, Otani, MAP, Tonhom, SFDR, & Marin, MJS (2019). Graduação em Enfermagem: educação pela aprendizagem baseada em problemas. Revista Brasileira de Enfermagem, 72 , 1071-1077.

Sehnem, GD, Alves, CN, Wilhelm, LA, & Ressel, LB (2015). Utilização de grupos focais como técnica de coleta de dados para pesquisas: relato de experiência. Ciênc. Cuid. Saúde , 14 (2), 1194-200.

Souza, E. L. D., Piuvezam, G., Medeiros, P. R. D., Uchoa, S. A. D. C., & Pinheiro, T. (2018). Pesquisa em saúde coletiva.

Souza, EFDD, Silva, AG, & Silva, AILFD (2018). Metodologias ativas na assistência em enfermagem: um enfoque na atenção ao idoso. Revista Brasileira de Enfermagem , 71 , 920-924.

Wijnia, L., Loyens, SM, van Gog, T., Derous, E., & Schmidt, HG (2014). Existe um papel para a instrução direta na aprendizagem baseada em problemas? Comparando as respostas do modelo construído pelo aluno versus o modelo integrado. Aprendizagem e Instrução , 34 , 22-31.

Wosinski, J., Belcher, AE, Dürrenberger, Y., Allin, AC, Stormacq, C., & Gerson, L. (2018). Facilitando a aprendizagem baseada em problemas entre estudantes de graduação em enfermagem: uma revisão sistemática qualitativa. Educação do enfermeiro hoje , 60 , 67-74.

Downloads

Publicado

2022-07-08

Como Citar

Paula Sales Rodrigues, Maria José Sanches Marin, Aline Pereira Souza, Gabriela Martins Grandin, Karina Roberta Vieira de Almeida, & Carolina Saab Rocha de Oliveira. (2022). Aprendizagem baseada em problema na graduação de enfermagem: Percepção dos estudantes e egressos. New Trends in Qualitative Research, 13, e700. https://doi.org/10.36367/ntqr.13.2022.e700