A mulher imigrante na centralidade da interação com o enfermeiro: Constrangimentos e Estratégias de Superação

Autores

  • Emília Coutinho Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde, Portugal
  • Ana Raquel Duarte Domingos Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca EPE, Lisboa, Portugal
  • Vitória Parreira Escola Superior de Enfermagem do Porto, Portugal
  • Paula Nelas Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde, Portugal
  • Cláudia Chaves Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde, Portugal
  • João Duarte Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde, Portugal
  • Neila Karimo Alto Comissariado para as Migrações - Lisboa, Portugal
  • Alcinda Reis Escola Superior de Saúde, Politécnico de Santarém, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.783-796

Palavras-chave:

Constrangimentos; Estratégias; Enfermagem Saúde Materna e Obstétrica; Gravidez; Imigrante.

Resumo

Introdução: Os enfermeiros desenvolvem estratégias para superar os constrangimentos na interação com as grávidas imigrantes; Objetivos compreender como os enfermeiros vivenciam os constrangimentos na interação com a grávida imigrante e conhecer as estratégias de superação que os enfermeiros mobilizam na interação com a grávida imigrante Métodos: Estudo qualitativo, fenomenológico-hermenêutico com recurso à entrevista fenomenológica semiestruturada a dez enfermeiros do bloco de partos de um hospital da Grande Lisboa, com suporte a análise qualitativa de dados apoiada pelo Nvivo12. Este trabalho insere-se no projeto MEIOS - Mediação Intercultural e Outcomes em Saúde, desenvolvido pela Rede de Ensino Superior em Mediação Intercultural e Alto Comissariado para as Migrações, autorizado pela Comissão Nacional de Proteção de Dados e Comissão de Ética da Instituição envolvida; Resultados: Emerge a categoria “Constrangimentos dos enfermeiros na interação com a mulher imigrante”, com destaque para a “Barreira cultural”, com enfase na “Barreira linguística”; e a categoria “Estratégias utilizadas pelo Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica na interação com a mulher imigrante” sobressaindo as estratégias “Recorrer a familiar como intérprete da mulher imigrante”, e “Utilizar linguagem gestual”, Conclusões:. A barreira cultural apresenta-se como o grande constrangimento e o recurso a familiares e linguagem gestual coma as principais estratégias adotadas para facilitar os encontros culturais.

Downloads

Publicado

2020-07-09

Como Citar

Coutinho, E. ., Domingos, A. R. D. ., Parreira, V., Nelas, P. ., Chaves, C., Duarte, J. ., Karimo, N. ., & Reis, A. . (2020). A mulher imigrante na centralidade da interação com o enfermeiro: Constrangimentos e Estratégias de Superação. New Trends in Qualitative Research, 3, 783–796. https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.783-796