Vídeos sobre Covid-19 para Pessoas com Deficiência: Contribuições da análise à luz da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia

Autores

  • Milena Silva Costa Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri, Barbalha, Ceará, Brasil
  • Evanira Rodrigues Maia Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri, Barbalha, Ceará - Departamento de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri, Brasil
  • Maria Rosilene Cândido Moreira Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Cariri, Barbalha, Ceará, Brasil
  • Andreia Chaves Farias Secretaria Municipal de Saúde de Juazeiro do Norte, Ceará, Brasil
  • Joseph Dimas de Oliveira Departamento de Enfermagem da Universidade Regional do Cariri, Crato, Ceará, Brasil
  • Antonio Germane Alves Pinto

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.275-283

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Pessoas com Deficiência, Prevenção de Doenças, Webcast

Resumo

Introdução: A divulgação de vídeos sobre proteção e prevenção contra a Covid-19 para pessoas com deficiência pode gerar benefícios no sentido de mitigar os casos da doença nesse público. Objetivo: Analisar vídeos divulgados pelas instituições governamentais relacionados à proteção e prevenção da Covid-19 para pessoas com deficiência, à luz da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia. Métodos: Estudo documental, qualitativo, mediante acesso aos sites oficiais das instituições governamentais brasileiras e plataforma de compartilhamentos de vídeos YouTube. Resultados: Foram produzidos 33 vídeos por essas instituições durante o primeiro ano da pandemia, cujos conteúdos apresentaram linguagem compreensível, cores nítidas e variadas, desprovidas de figuras ou animações. O intérprete de Libras se fez presente em 29 vídeos e em um vídeo houve audiodescrição das imagens. Em 25 vídeos havia legenda em português. Os princípios da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia (TCAM) se fizeram presentes. Os conteúdos eram sobre medidas protetivas da Covid-19, por meio de criação de programas, projetos e serviços que beneficiaram pessoas com deficiência em situação de vulnerabilidade social e econômica, mobilidade no trânsito e projetos para inserção e manutenção delas no mercado de trabalho. Os vídeos abordaram medidas preventivas à Covid-19, como a lavagem das mãos, etiqueta respiratória, uso da máscara, higienização dos equipamentos de apoio, recomendações para os cuidadores/familiares e os serviços disponíveis para suporte. Conclusões: Os princípios da TCAM contribuíram de forma satisfatória nos materiais visuais publicados acerca da Covid-19 para as pessoas com deficiência, porém, esta modalidade de comunicação necessita de um maior alcance ao público interessado.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Milena Silva Costa, Evanira Rodrigues Maia, Maria Rosilene Cândido Moreira, Andreia Chaves Farias, Joseph Dimas de Oliveira, & Antonio Germane Alves Pinto. (2021). Vídeos sobre Covid-19 para Pessoas com Deficiência: Contribuições da análise à luz da Teoria Cognitiva de Aprendizagem Multimídia. New Trends in Qualitative Research, 8, 275–283. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.275-283