A experiência de adaptação de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral: Um estudo qualitativo

Autores

  • Inês Mimoso Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade de Coimbra, Portugal
  • Luciana Sotero Centro de Estudos Sociais, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, Portugal
  • Ana Isabel Cunha Departamento de Psicologia e Educação, Universidade da Beira Interior, Portugal
  • Juliana Queiroz Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade do Estado do Pará, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.645-653

Palavras-chave:

Paralisia Cerebral, Mães, Adaptação, Análise Temática

Resumo

A paralisia cerebral (PC) é uma das condições crónicas pediátricas mais comuns, impondo múltiplos desafios à vida das famílias, em particular, às mães, que assumem a maior parte dos cuidados da criança. No entanto, apesar das exigências associadas ao cuidado de uma criança com PC, a literatura tem demonstrado que os pais também possuem capacidades para enfrentar a adversidade. Objetivos: Compreender a experiência destas mães, explorando os fatores que, na sua perceção, contribuem para uma adaptação positiva. Métodos: Foi realizado um estudo qualitativo, com recurso a entrevistas semiestruturadas a 6 mães de crianças/adolescentes com PC. Os dados foram analisados recorrendo a uma análise temática. Resultados: Identificaram-se cinco grandes temas que evidenciam fatores importantes para a adaptação: (1) cooperação intrafamiliar; (2) rede de apoio; (3) perceção de competência; (4) pôr a PC “no seu lugar”; e (5) manutenção de uma visão positiva. Conclusões: A identificação destes temas permitiu evidenciar as forças e os recursos associados a uma trajetória adaptativa de mães de crianças/adolescentes com PC, traduzindo-se em pistas para a intervenção clínica e um ponto de partida para futuras investigações.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Inês Mimoso, Luciana Sotero, Ana Isabel Cunha, & Juliana Queiroz. (2021). A experiência de adaptação de mães de crianças e adolescentes com paralisia cerebral: Um estudo qualitativo. New Trends in Qualitative Research, 8, 645–653. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.645-653