Análise de conteúdo frequencial lexical: O quantitativo delimitando o qualitativo na comparação dos discursos sobre o fluxo assistencial para o câncer bucal

Autores

  • Leonardo Carnut Universidade Federal de São Paulo, Brasil
  • Brunna Verna Castro Gondinho Universidade Estadual do Piauí, Brasil
  • Celso Zilbovicius Universidade Estadual do Piauí, Brasil
  • Tarsila Teixeira Vilhena Lopes Universidade de São Paulo, Brasil
  • Jaqueline Vilela Bulgareli Universidade Federal de Uberlândia, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.715-726

Palavras-chave:

Pesquisa Qualitativa, Regulação e Fiscalização em Saúde, Neoplasias Bucais, Sistema Único de Saúde, Gestão em Saúde

Resumo

Em alguns processos gerenciais a análise de conteúdo dos discursos dos sujeitos pode ajudar a compreender a subjetividade envolvida na gestão dos serviços de saúde como no caso dos fluxos assistenciais. Objetivo: Assim, o objetivo deste estudo foi discutir sobre o uso da análise de conteúdo frequencial lexical para analisar comparativamente a compreensão de um fluxo assistencial para a referência de usuários com câncer bucal. Método: O estudo se localizou no município de Arcoverde, Pernambuco, Brasil. Este é um município de médio porte e contém uma rede de serviços públicos de saúde bucal composta por 19 equipes de cirurgiões-dentistas (CDs) e auxiliares que encaminham pacientes com suspeitas de câncer bucal. Realizou-se entrevista semiestruturada com quatro sujeitos (dois CDs e dois gerentes) para identificar a ‘racionalidade’ (gerencial ou clínica) mais frequente no discurso de ambos sobre o fluxo com intuito de comparação. Para fins analíticos foi usada a análise de conteúdo de Bauer, do tipo frequencial e cuja unidade textual de análise foi o léxico dos discursos dos quatro sujeitos entrevistados sobre o fluxo assistencial. Resultados: A categoria ‘Fluxo Assistencial’ para os CDs foi maior (50%) do que nos Gerentes (47,1%). Os gerentes dominaram mais o conteúdo sobre Atenção Básica do que os CDs clínicos o que pode ser visto na comparação CDs (6,1%) e Gerentes (29,4%). Conclusões: Gerentes e CDs compreendem a referência dos usuários, porém os CDs não estão totalmente seguros dos casos. Os gerentes demonstram uma maior segurança quanto os seus discursos, porém demonstraram resquícios do modelo biomédico. A análise de conteúdo frequencial lexical destes discursos permitiu essa comparação com maior precisão.

Downloads

Publicado

2021-07-08

Como Citar

Leonardo Carnut, Brunna Verna Castro Gondinho, Celso Zilbovicius, Tarsila Teixeira Vilhena Lopes, & Jaqueline Vilela Bulgareli. (2021). Análise de conteúdo frequencial lexical: O quantitativo delimitando o qualitativo na comparação dos discursos sobre o fluxo assistencial para o câncer bucal. New Trends in Qualitative Research, 8, 715–726. https://doi.org/10.36367/ntqr.8.2021.715-726