Método qualitativo potencializado pela inteligência artificial: Relato de experiência

Autores

  • Victoria Grassi Bonamigo Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil
  • Deborah Ribeiro Carvalho Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil
  • Marcia Regina Cubas Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.105-115

Palavras-chave:

Análise Qualitativa; Formação de Conceito; Violência de Gênero.

Resumo

Introdução: Fenômenos complexos são comuns na área da saúde. Para melhor compreensão dos mesmos vale-se do detalhamento conceitual, visando a padronização do conceito. Objetivo: Discutir método misto desenvolvido e empregado para elaboração de modelo teórico em rede do conceito de violência de gênero. Métodos: A partir de busca sistemática, foram coletados 195 conceitos de violência de gênero e termos substitutos, os quais foram analisados com base na teoria evolucionária de Rodgers. Foi utilizada a tarefa de descoberta de regras de associação do processo de Knowledge Discovery in Databases, método suportado pela inteligência artificial, para identificar relações consequenciais e causais entre antecedentes, atributos e consequentes identificados na análise conceitual. A interpretação da validade das regras descobertas para violência de gênero foi realizada por meio de análise de conteúdo. Resultados: Este método misto possibilitou o uso de termos substitutos do termo “violência de gênero”, potencializando a análise conceitual. O uso de recurso da inteligência artificial permitiu a identificação de relações entre a construção dos conceitos incluídos na análise.

Downloads

Publicado

2020-07-08

Como Citar

Bonamigo, V. G. ., Carvalho, D. R., & Cubas, M. R. . (2020). Método qualitativo potencializado pela inteligência artificial: Relato de experiência. New Trends in Qualitative Research, 3, 105–115. https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.105-115