Percepção da enfermagem sobre a higiene oral ao paciente hospitalizado

Autores

  • Rodolfo de Oliveira Medeiros Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Márcia Renata Rodrigues Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Márcia Aparecida Padovan Otani Faculdade de Medicina de Marília, Brasil
  • Elza de Fátima Ribeiro Higa Faculdade de Medicina de Marília, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.732-741

Palavras-chave:

Higiene Bucal; Integralidade em Saúde; Equipe de Enfermagem.

Resumo

Objetivo: analisar a percepção, a importância e os fatores que interferem na higiene oral adequada ao paciente hospitalizado, na visão de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem. Método: Pesquisa de campo qualitativa, realizada em um hospital do centro-oeste paulista com 16 participantes. A coleta de dados foi por meio de entrevista semiestruturada com duas perguntas direcionadoras sobre a percepção, importância e fatores que interferem na realização desse cuidado. Os dados foram analisados por meio da Técnica de Análise de Conteúdo na modalidade temática. Resultados: da análise emergiram duas categorias temáticas: 1. Relevância da higiene oral - apontam a organização e rotina e os materiais utilizados nesse cuidado e 2.  Fatores que interferem na realização da higiene oral – alegam prioritariamente, falta de material e de recursos humanos para realização da higiene oral. Conclusões: os profissionais reconhecem a importância da higiene oral para manutenção da saúde e apontam a precarização do trabalho da enfermagem.

Downloads

Publicado

2020-07-09

Como Citar

Medeiros, R. de O., Rodrigues, M. R. ., Otani, M. A. P. ., & Higa, E. de F. R. (2020). Percepção da enfermagem sobre a higiene oral ao paciente hospitalizado. New Trends in Qualitative Research, 3, 732–741. https://doi.org/10.36367/ntqr.3.2020.732-741